frases, fragmentos, textos, poesia
comentar
publicado por F-R-A-G-M-E-N-T-O-S, em 24.02.12 às 01:16link do post | favorito

A lua faz silêncio para os pássaros, eu escuto esse escândalo!

Manoel de Barros


comentar
publicado por F-R-A-G-M-E-N-T-O-S, em 24.02.12 às 00:22link do post | favorito

Não quero amar,
Não quero ser amado.
Não quero combater,
Não quero ser soldado.

— Quero a delícia de poder sentir as coisas mais simples!

        Manuel Bandeira

 

 

La vue (Seeing), Philippe Mercier


comentar
publicado por F-R-A-G-M-E-N-T-O-S, em 24.02.12 às 00:12link do post | favorito

"Num único beijo saberás tudo aquilo que tenho calado."

Pablo Neruda

 

 

The Kiss - Gustav Klimt


comentar
publicado por F-R-A-G-M-E-N-T-O-S, em 23.02.12 às 02:10link do post | favorito

A verdade é aquilo que todo o homem precisa para viver e que ele não pode obter nem adquirir de ninguém. Todo o homem deve extraí-la sempre nova do seu próprio íntimo, caso contrário ele arruina-se. Viver sem verdade é impossível. A verdade é talvez a própria vida.

Franz Kafka


comentar
publicado por F-R-A-G-M-E-N-T-O-S, em 22.02.12 às 01:56link do post | favorito

Desejo uma fotografia
como esta — o senhor vê? — como esta:
em que para sempre me ria
como um vestido de eterna festa.

 

Como tenho a testa sombria,
derrame luz na minha testa.
Deixe esta ruga, que me empresta
um certo ar de sabedoria.

 

Não meta fundos de floresta
nem de arbitrária fantasia…
Não… Neste espaço que ainda resta,
ponha uma cadeira vazia.

Cecília Meireles

 


comentar
publicado por F-R-A-G-M-E-N-T-O-S, em 18.02.12 às 18:34link do post | favorito

Houve um tempo em que a minha janela se abria para um chalé. Na ponta do chalé brilhava um grande ovo de louça azul. Nesse ovo costumava pousar um pombo branco. Ora, nos dias límpidos, quando o céu ficava da mesma cor do ovo de louça, o pombo parecia pousado no ar. Eu era criança, achava essa ilusão maravilhosa, e sentia-me completamente feliz.

Cecília Meireles


comentar
publicado por F-R-A-G-M-E-N-T-O-S, em 18.02.12 às 18:10link do post | favorito

Quem pensa que a comida só faz matar a fome está redondamente enganado. Comer é muito perigoso. Porque quem cozinha é parente próximo das bruxas e dos magos. Cozinhar é feitiçaria, alquimia. E comer é ser enfeitiçado. Sabia disso Babette, artista que conhecia os segredos de produzir alegria pela comida. Ela sabia que, depois de comer, as pessoas não permanecem as mesmas. Coisas mágicas acontecem. […] De fato, a feitiçaria aconteceu: sopa de tartaruga, cailles au sarcophage, vinhos maravilhosos, o prazer amaciando os sentimentos e pensamentos, as durezas e rugas do corpo sendo alisadas pelo paladar, as máscaras caindo, os rostos endurecidos ficando bonitos pelo riso.

Rubem Alves


comentar
publicado por F-R-A-G-M-E-N-T-O-S, em 17.02.12 às 16:21link do post | favorito

Pois quem não vê aí, em qualquer rua,
Com a fina nitidez de um claro jorro,
Na paciência budista do cachorro
A alma embrionária que não continua?!

 

Ser cachorro! Ganir incompreendidos
Verbos! Querer dizer-nos que não finge,
E a palavra embrulhar-se na laringe,
Escapando-se apenas em latidos!

Augusto dos Anjos


comentar
publicado por F-R-A-G-M-E-N-T-O-S, em 16.02.12 às 08:57link do post | favorito

Tristeza não tem fim  
Felicidade sim…

Vinicius de Moraes & Tom Jobim


comentar
publicado por F-R-A-G-M-E-N-T-O-S, em 16.02.12 às 08:44link do post | favorito

Um pierrô apaixonado
Que vivia só cantando
Por causa de uma colombina
Acabou chorando, acabou chorando…

Um grande amor tem sempre um triste fim
Com o pierrô aconteceu assim…”

Noel Rosa & Heitor dos Prazeres


mais sobre mim
Agosto 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

19
20
22
23
24
25

26
27
28
29
30
31


posts recentes
pesquisar
 
blogs SAPO
subscrever feeds