frases, fragmentos, textos, poesia
comentar
publicado por F-R-A-G-M-E-N-T-O-S, em 10.09.11 às 21:28link do post | favorito

Havia um muro alto entre nossas casas.

Difícil de mandar recado para ela.

Não havia e-mail.

O pai era uma onça.

A gente amarrava o bilhete numa pedra presa por

um cordão

E pinchava a pedra no quintal da casa dela.

Se a namorada respondesse pela mesma pedra

Era uma glória!

Mas por vezes o bilhete enganchava nos galhos da goiabeira

E então era agonia.

No tempo do onça era assim.

Manoel de Barros


mais sobre mim
Setembro 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9

14
16
17

18
19
20
21
22
23
24

29
30


posts recentes
pesquisar
 
blogs SAPO